Última hora

Última hora

Ofensiva israelita agrava situação humanitária em Gaza

Em leitura:

Ofensiva israelita agrava situação humanitária em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

A inquietude não pára de aumentar desde o início das operações israelitas contra alvos do Hamas na Faixa de Gaza.

Um território que já atravessava muitas dificuldades devido ao bloqueio de alimentos, carburantes e medicamentos. O Conselho de Segurança das Nações Unidas apelou, sem resultados aparentes, ao fim imediato de todas as actividades militares. A população arrisca-se a perder o único apoio que tinha no terreno proveniente das agências internacionais. “Nós alimentamos mais de 150.000 pessoas em Gaza. O programa mundial alimentar alimenta mais de 200.000 pessoas, fazemos contribuições em dinheiro a 94.000 pessoas. Uma operação de ajuda a esta escala, tendo em conta a intermitência das políticas de abastecimento, tornou-se virtualmente impossível”, afirmou Christopher Gunness, membro da ONU no território. Enquanto o Tsahal prepara a incursão terrestre na Faixa de Gaza, o ministro israelita da Defesa autorizou este domingo o envio de mais de 100 camiões de ajuda humanitária à população palestiniana. Os víveres e medicamentos são provenientes de países como a Jordânia ou a Turquia e deverão entrar através de três pontos de passagem temporariamente reabertos pelas autoridades israelitas.