Última hora

Última hora

Fim da crise política à vista

Em leitura:

Fim da crise política à vista

Tamanho do texto Aa Aa

O Rei Alberto II da Bélgica mandatou o democrata-cristão flamengo Herman Van Rompuy para formar um novo governo após a demissão de Yves Leterme há dez dias.

Nas últimas 48 horas, o conjunto dos partidos da coligação governamental plebiscitaram a nomeação de Herman Van Rompuy, actual presidente da câmara baixa do Parlamento belga. A escolha de Rompuy, um político discreto e conhecido pela sua moderação, era apontada pela imprensa há já dois dias, face ao apoio dos cinco partidos da actual coligação (democratas-cristãos e liberais, flamengos e francófonos, e os socialistas francófonos), mas ele recusara até agora aceitar o cargo. A alternativa passava por realizar legislativas antecipadas, mas a aproximação das eleições regionais e europeias, bem como a actual crise económica levaram os partidos da coligação a ignorar as divergências e a optar por reconduzir o actual Governo, substituindo apenas o primeiro-ministro e o ministro da Justiça.