Última hora

Última hora

"Rocket" atinge pela primeira vez Beerheva

Em leitura:

"Rocket" atinge pela primeira vez Beerheva

Tamanho do texto Aa Aa

O Hamas estará na posse de dois mil “rockets” e alguns deles com capacidade para atingir o interior de Israel.

E esta terça-feira, pela primeira vez, a cidade de Beersheva, capital do Sul do país, foi atingida por dois projécteis do movimento islâmico. Beersheva encontra-se a 40 quilómetros de distância da Faixa de Gaza. Os “rockets” não provocaram qualquer vítima. Um caiu num descampado. O outro atingiu o pátio de um jardim-de-infância. Desde sábado já morreram quatro israelitas vítimas de rockets e de tiros de morteiro. As cidades mais vulneráveis situam-se entre 20 a 30 quilómetros do enclave controlado pelo Hamas. Uma das últimas vítimas israelitas foi atingida na cidade de Ashdod. O ministro da Defesa Ehud Barak ordenou que as cidades num raio de 30 quilómetros fiquem incluídas na denominada “zona especial”, que permite às forças armadas fecharem escolas, fábricas e cancelarem eventos.