Última hora

Última hora

República checa assume presidência da União em plena crise e duas velhas "guerras"

Em leitura:

República checa assume presidência da União em plena crise e duas velhas "guerras"

Tamanho do texto Aa Aa

A República Checa assumiu esta quinta-feira a presidência rotativa da União Europeia.

Os próximos seis meses vão ser difíceis e cruciais por causa da crise económica. Mas é o problema do gás entre a Rússia e a Ucrânia e a guerra entre Israel e o Hamas na Faixa de Gaza são os principais desafios do país que fez parte do antigo bloco do leste da Europa. A União Europeia está confiante, mas adivinham-se alguns obstáculos pois o chefe de Estado Vaclav Klaus é um eurocéptico confesso e o primeiro-ministro Mirek Topolanek um europeísta convicto. No próprio dia em que o país assumiu a liderança dos destinos europeus, ficou a saber-se que o chefe de governo vai remodelar o executivo, o anuncio é feito dia 5, a tomada de posse dos novos membros está marcada para dois dias depois.