Última hora

Última hora

Ramallah manifestou contra Israel

Em leitura:

Ramallah manifestou contra Israel

Tamanho do texto Aa Aa

Gritos e gestos contra Israel a manifestação de Ramallah reuniu milhares de palestinianos enquadrados por um dispositivo de segurança para evitar confrontos entre activistas do Hamas e partidários do Fatah.

Os manifestantes apelaram à autoridade palestiniana de Mahmoud Abbas para atacar Telavive. No norte da Cisjordânia mais de duas mil pessoas gritavam palavras de ordem contra os ataques israelitas sobre Gaza. Em Jerusalém a esplanada das Mesquitas esteve sob protecção policial. Segurança particularmente reforçada no dia em que o Hamas apela os palestinianos a uma jornada de ira. Impedidos de penetrar na esplanada das mesquitas centenas de jovens palestinianos atiraram pedras contra a polícia israelita que respondeu com gás lacrimogénio. Habitualmente cheia de fiéis a cidade Santa está hoje praticamente vazia. De acordo com a decisão das autoridade israelitas apenas os palestinianos portadores de uma autorização israelita e com mais de 50 anos puderam aceder ao local da oração.