Última hora

Última hora

População de Passau contra a extrema-direita

Em leitura:

População de Passau contra a extrema-direita

Tamanho do texto Aa Aa

A cidade alemã de Passau quis mostrar ao mundo que está contra a extrema-direita. Mais de mil pessoas saíram às ruas da cidade bávara, nesta tarde de sábado, para impedirem a realização de uma manifestação do movimento neonazi NPD, inicialmente proibida pelas autoridades locais e autorizada esta semana por um tribunal administrativo. Um manifestante afirma que “a extrema-direita está a servir-se de Passau como plataforma. Estamos aqui para mostrarmos um cartão vermelho à extrema-direita.”

A manifestação do NPD é vista pela população local como uma provocação porque decorre três semanas depois do ataque contra o o chefe da polícia da cidade, que foi esfaqueado à porta de casa por um membro da extrema-direita. A lâmina da faca passou muito perto do coração de Allois Mannichl, de 52 anos, que teve de ser operado de emergência. Mannichl já teve alta hospitalar.