Última hora

Última hora

Um soldado israelita morto e três dezenas feridos

Em leitura:

Um soldado israelita morto e três dezenas feridos

Tamanho do texto Aa Aa

São vários milhares os militares israelitas mobilizados para a operação terrestre sobre Gaza. Apoiado por tanques, lanchas armadas e aviões de combate o ataque foi desencadeado ontem à após oito dias de bombardeamentos aéreos que não foram capazes de parar o lançamento de morteiros contra a população do sul de Israel. As autoridades israelitas anunciaram um combate prolongado e difícil no território, um dos mais densamente populados do planeta. A magnitude da operação também dependerá, em parte, das negociações diplomáticas paralelas que até agora não produziram uma proposta aceitável para a trégua segundo Telavive.

A noite no território palestiniano foi iluminada pela explosão das bombas e do fogo dos projécteis lançados pelos tanques. A operação continua a atingir as infra-estruturas do movimento fundamentalista, Universidades, centros comerciais, edifícios governamentais e muitas habitações. Oficialmente o exército israelita admite a existência de um morto nas suas fileiras e cerca de três dezenas de feridos. O Hamás advertiu Israel que “Gaza será seu cemitério”.