Última hora

Última hora

Israel resiste à ofensiva diplomática da Europa

Em leitura:

Israel resiste à ofensiva diplomática da Europa

Tamanho do texto Aa Aa

Em busca de um cessar-fogo humanitário para Gaza a Europa percorre os caminhos da diplomacia. O presidente francês antecipou-se à acção da troika europeia e foi ao encontro de vários líderes árabes. Depois de ter passado pelo Egipto, Israel e Cisjordânia, Nicolas Sarkozy chegou à Síria onde se encontrou com o seu homólogo antes de partir para o Libano onde confirmou uma segunda visita ao Egipto para um novo encontro com Hosni Mubarak. Em Damasco Nicolas Sarkozy pediu esta manhã à Síria para pressionar o Hamas, seu aliado, para que a paz possa regressar à Faixa de Gaza defendendo que “não existe uma solução militar para Gaza” e foi essa a mensagem que afirma ter transmitido aos líderes israelitas.

Esta etapa da visita é considerada fundamental, na medida em que é em Damasco que estão exilados os principais dirigentes do movimento radical palestiniano e porque Bachar al-Assad é um dos líderes regionais com maior influência sobre o Hamas. A missão de paz da “troika” europeia que voltou esta tarde da região mas sem sucesso. O objectivo dos 27 Estados-membros, segundo ficou acordado na reunião extraordinária de Paris do passado dia 30, é obter um cessar-fogo permanente em Gaza, o acesso imediato da ajuda humanitária à população civil do território e a intensificação do processo de paz. União Europeia considera que a resolução da actual crise requer a intervenção do Conselho de Segurança da ONU.