Última hora

Última hora

Hassan Nasrallah volta a desafiar Israel

Em leitura:

Hassan Nasrallah volta a desafiar Israel

Tamanho do texto Aa Aa

No sul de Beirute a comemoração do Ashura foi pretexto para mais um protesto massivo contra a ofensiva israelita em Gaza. Milhares de libaneses ouviram por videoconferência as palavras de Hassan Nasrallah.

O líder do Hezbollah chiita ameaçou o estado hebraico de “represálias ainda mais importantes que as da guerra do Verão de 2006 se for aberta uma segunda frente de luta na fronteira com o Líbano”. É a primeira vez que Nasrallah evoca claramente a possibilidade de um novo conflito com Israel. Segundo a rádio israelita, uma boa parte dos reservistas chamados pelo estado hebraico poderão ser afectados à defesa da fronteira norte do país. Muitos libaneses mostram-se dispostos a lutar pela libertação de Gaza. Uma mulher diz que as pessoas devem revoltar-se: “há crianças e pessoas a morrer na sua própria terra. Como nós lutámos aqui, eles devem lutar pela sua causa. Estamos com eles e se for preciso e nos chamarem, nós as mulheres, mesmo de rastos, avançaremos sobre Israel”. Declarações num dia muito simbólico no calendário chiita. A festa do Ashura comemora a morte do neto do profeta Maomé, na batalha de Kerbala no ano de 680 da era cristã. Em sinal de luto, os manifestantes vestem-se de negro.