Última hora

Última hora

Dell e Lenovo reduzem quadro

Em leitura:

Dell e Lenovo reduzem quadro

Tamanho do texto Aa Aa

A Dell confirmou que vai deslocalizar para a Polónia uma grande parte das actividades da sede europeia do grupo norte-americano, em Limerick, na Irlanda.

Esta decisão implica o fim de 1900 postos de trabalho no número um mundial do fabrico de computadores pessoais. O vice-presidente do grupo, Sean Corkery, defende a decisão: “É algo que tinha de ser feito, para podermos continuar competitivos, ao nível dos custos. O mercado está muito difícil, precisamos de ser competitivos e qureremos ser líderes nos preços; para isso temos que ter os custos certos e é nesse contexto que tomámos a decisão”, diz. A Dell ocupa o segundo lugar na classificação dos fabricantes de computadores, atrás da também norte-americana HP, seguida pela taiwanesa Acer e pela chinesa Lenovo. Cerca de metade do mercado é ocupada por outras marcas. A Lenovo é também notícia, pelas mesmas razões. O grupo chinês aninciou a redução do pessoal em 11%, o que significa que 2500 pessoas vão perder o emprego. São notícias que provam o reflexo da crise internacional no sector da informática.