Última hora

Última hora

Banco de Inglaterra baixa juros para 1,5%

Em leitura:

Banco de Inglaterra baixa juros para 1,5%

Tamanho do texto Aa Aa

O preço do dinheiro no Reino Unido está ao nível mais baixo de sempre. Com um corte de meio ponto percentual, num esforço para combater a recessão, o Banco de Inglaterra baixou a taxa de juro para um nível inédito nos mais de 300 anos de história da instituição. A taxa de referência é agora de 1,5%.

É a quarta redução consecutiva desde o corte coordenado do dia 8 de Outubro, a maior série de cortes consecutivos na taxa de juro. Há menos de dois anos, a taxa estava nos 5,5%. O presidente executivo da cadeia de supermercados Sainsbury’s diz que “a baixa das taxas de juro ainda não se reflectiu numa liberalização dos empréstimos, em particular aos pequenos negócios. Muitos dos nossos fornecedores são pequenas empresas, que dizem que não podem pedir dinheiro emprestado para investir, embora as taxas tenham baixado”. Estes cortes no preço do dinheiro estão a fazer baixar a libra esterlina para níveis historicamente baixos face ao dólar e ao euro. O preço das casas tem vindo a caír fortemente, como consequência da menor procura. O sector imobiliário está na origem da actual crise, que fez já a maior parte dos bancos centrais baixar as taxas de juro. O Banco Central Europeu, a Reserva Federal americana e o Banco do Japão têm feito cortes significativos. O BCE deve continuar, nas próximas reuniões, a política de redução do preço do dinheiro, à medida que a inflação vai baixando. A taxa de inflação da Zona Euro está agora a 1,6%, muito abaixo dos níveis que atingiu no ano passado, antes do rebentamento da crise e da queda nos preços do petróleo.