Última hora

Última hora

Búlgaros sofrem com crise do gás

Em leitura:

Búlgaros sofrem com crise do gás

Tamanho do texto Aa Aa

O país mais afectado pela actual crise do gás é a Bulgária. A totalidade do gás russo que o país dos Balcãs consome transita pela Ucrânia. Ao fim de quatro dias sem fornecimentos do precioso hidrocarboneto a situação no país é, no mínimo, bastante desconfortável. Para agravar a situação, a Bulgária enfrenta também a vaga de frio siberiano que invadiu a Europa. Esta sexta-feira de manhã as temperaturas variavam entre os 5 e os 17 graus negativos.

Uma habitante de Sofia diz que os búlgaros se sentem reféns do diferendo económico que opõe russos e ucranianos e que apesar de não terem nada a ver com o assunto eles é que acabam por sofrer. Várias dezenas de escolas ficaram fechadas e muitas empresas também deixaram de produzir devido à escassez de gás. Os búlgaros começam agora a recorrer ao querosene para se aquecerem e para desenvolverem algumas actividades económicas, o que acaba por fazer subir os preços.