Última hora

Última hora

Israel e Hamas rejeitam resolução da ONU

Em leitura:

Israel e Hamas rejeitam resolução da ONU

Tamanho do texto Aa Aa

Israel e Hamas ignoram a resolução votada na noite passada no Conselho de Segurança da ONU. O texto, que apela a um cessar-fogo imediato, à retirada do Tsahal de Gaza, ao controlo do tráfico de armas na fronteira com o Egipto e à distribuição de ajuda à população, foi aprovado com 14 votos e com a abstenção dos Estados Unidos.

A resolução 1860 é o resultado de intensas negociações entre os membros do Conselho de Segurança da ONU e nações árabes, mas os intervenientes no conflito rejeitam-na. É o caso do Hamas, que nas últimas horas voltou a atacar Israel e divulgou imagens de disparos contra soldados israelitas. Um dos responsáveis do movimento islâmico considera que o texto não defende os interesses do povo palestiniano, mas apenas os da força ocupante. Do lado israelita vai manter-se a ofensiva, apesar do texto. O primeiro-ministro israelita, Ehud Olmert, afirma que os ataques do Hamas provam que a resolução não pode ser aplicada. A reacção de Olmert surge na sequência de uma reunião do governo hebraico e deixa aberta a porta a uma nova intensificação das operações, como desejam as hierarquias militares.