Última hora

Última hora

Israel e Hamas rejeitam cessar-fogo e prosseguem ataques

Em leitura:

Israel e Hamas rejeitam cessar-fogo e prosseguem ataques

Tamanho do texto Aa Aa

Décimo quarto dia de ofensiva na Faixa de Gaza. Israel rejeitou o cessar-fogo pedido pela ONU, e ao longo do dia atacou dezenas de alvos com armamento proibido, tendo em conta as agências de notícias. O governo hebraico é também acusado pelas organizações humanitárias de atacar civis e impedir o auxílio às vítimas.

Também o Hamas rejeita o cessar-fogo e prossegue com os disparos contra cidades israelitas. Para o movimento islâmico, a resolução da ONU não tem em conta os interesses dos palestinianos. Os esforços diplomáticos centram-se agora no plano egípcio. O presidente palestiniano, Mahmmud Abbas, e uma delegação do Hamas deslocam-se nas próximas horas ao Cairo, mas todos prevêem o fracasso da iniciativa. No terreno, a situação humanitária é dramática. As agências da ONU decidiram retomar a distribuição de ajuda o mais depressa possível depois de terem recebido garantias de que não serão atingidas na ofensiva. A ONU tinha suspendido as actividades para garantir a segurança dos funcionários, mas a ajuda permite a sobrevivência a metade da população de Gaza, que hoje usou três horas de acalmia dos raides para recuperar bens, comida ou procurar assistência médica. Em duas semanas de conflito, morreram quase oitocentos palestinianos. Do lado israelita, há 13 mortos.