Última hora

Última hora

Não há diplomacia que páre a guerra em Gaza

Em leitura:

Não há diplomacia que páre a guerra em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe da diplomacia alemã, Frank-Walter Steinmeier reuniu-se com as autoridades israelitas em Telavive para discutir a situação em Gaza.

Steinmeier adiantou que “a situação humanitária no territórios palestiniano continua a ser preocupante e felicitou-se com a resolução do Conselho de Segurança da ONU, que apela para um cessar-fogo imediato. O titular de Defesa israelita, Ehud Barak, defendeu que “não existe contradição” entre a actividade militar desencadeada em Gaza e a diplomática para atingir um cessar-fogo numa altura em que primeiro-ministro israelita, Ehud Olmert, garantiu que Israel “está próximo de atingir os objectivos que fixou” para a sua ofensiva militar contra o Hamas. No seio do governo israelita começam a surgir as primeiras divisões sobre a continuação da terceira fase da operaçao militar. A ministra dos Negócios Estrangeiro preconiza a retirada imediata das tropas assim como o ministro da Defesa deseja uma trégua e o fim de contrabando de armas pelos túneis com o Egipto. Ao 16 dia de combates o Hamas continua a lançar morteiros sobre o sul de Israel.