Última hora

Última hora

Tribunal arquiva processo contra líderes bascos

Em leitura:

Tribunal arquiva processo contra líderes bascos

Tamanho do texto Aa Aa

Terminou o julgamento dos líderes políticos bascos que tentarem negociar a paz com a ETA em 2006. O líder dos socialistas bascos, Patxi López, o chefe do governo regional basco, Juan José Ibarretxe, Arnaldo Otegi, antigo dirigente do Batasuna, e mais cinco réus começaram a ser julgados na quinta-feira pelo delito de desobediência à sentença que ilegalizou o braço político da ETA. O processo foi intentado por duas associações de vítimas da organização terrorista basca. O colectivo de juízes considerou que não havia contudo queixa legítima porque a procuradora pediu o arquivamento do processo e porque o processo foi intentado por uma acusação popular.

Em 2003 o Batasuna foi ilegalizado pelo seu vínculo com a ETA em virtude da lei de Partidos de 2002 que autoriza a proibição das formações políticas que apoiem o terrorismo. Em 2006 a ETA declarou uma trégua e os dirigentes políticos bascos encetaram discussões com representantes políticos dos terroristas. Mas a trégua acabou por ser rompida a 30 de Dezembro de 2006 quando um atentado no aeroporto de Barajas em Madrid fez dois mortos. Desde então o governo socialista adoptou uma linha dura no combate aos independentistas.