Última hora

Última hora

Hillary Clinton defende a sua visão da diplomacia perante senadores americanos

Em leitura:

Hillary Clinton defende a sua visão da diplomacia perante senadores americanos

Tamanho do texto Aa Aa

Uma diplomacia mais pragmática e menos ideológica: eis a visão de Hillary Clinton para a secretaria de Estado norte-americana durante a administração Obama. A antiga senadora de Nova Iorque começou a ser ouvida pelos senadores, que a devem confirmar no cargo apesar das dúvidas que pairam sobre ela devido às actividades da fundação do marido.

Hillary Clinton, que vai herdar dossiês difíceis, não poupou críticas à actual administração. A ex-primeira dama afirma que a liderança americana não tem sido suficientemente boa, mas ainda há quem a deseje. E adianta: “Temos de usar o poder inteligente, temos uma vasta gama de ferramentas à nossa disposição, quer sejam diplomáticas, económicas, militares, políticas, legais ou culturais. Ao utilizarmos a boa ferramenta ou a boa combinação, a diplomacia vai estar na vanguarda da nossa política externa”. Ao escolher a ex-rival para chefiar da diplomacia, Barack Obama teve de minimizar o conflito de interesses que haveria com a fundação de Bill Clinton. Os senadores ainda não estão completamente convencidos, mas muitos reconhecem que Hillary ajudará a restaurar a imagem dos Estados Unidos no exterior.