Última hora

Última hora

Descolagem turbulenta para a nova Alitalia

Em leitura:

Descolagem turbulenta para a nova Alitalia

Tamanho do texto Aa Aa

A nova Alitalia já voa, mas em terra permanecem os problemas. O anúncio da fusão da transportadora italiana com a franco-holandesa Air France-KLM, que adquiriu 25 % das acções, deixou ainda muitos trabalhadores descontentes.

No aeroporto milanês de Malpensa ocorreram manifestações de assalariados junto aos balcões de ‘check in’ que perturbaram o tráfego. Os funcionários pretendem que o aeroporto instale novas companhias no recinto para compensar a diminuição de voos da restruturada Alitalia. As manifestações e assembleias gerais ocorreram num grande número de aeroportos italianos, incluindo o de Roma-Fiumicino, tendo provocado vários atrasos e até alguns cancelamentos. Na capital, o sindicato autónomo SDL, é contra a aquisição da companhia por parte da Cai, a sociedade de empresários italianos que ‘salvou’ a transportadora. O plano de recuperação da Alitalia implicou o despedimento de mais de 3.000 trabalhadores e uma redução da frota e dos destinos da companhia.