Última hora

Última hora

Fraude na exposição "Entropa"

Em leitura:

Fraude na exposição "Entropa"

Tamanho do texto Aa Aa

Polémica, fraude, e os consequentes protestos. A exposição “Entropa”, que assinala a presidência de turno checa, já foi alvo de um protesto formal da Bulgária, pelo seu carractér extremamente provocatório.

A instalação, patente no átrio da sede do Conselho Europeu, em Bruxelas, foi apresentada como tendo sido coordenada por artista plástico checo, David Cerny que se comprometeu a convidar artistas de todos os restantes estados membros, para que cada um desse a versão crítica do seu país. Foi isso que o próprio Cerny disse ainda ontem. Mas esta quarta-feira, soube-se que fez tudo sozinho, apresentando nomes e biografias falsas de artistas que não existem. Portuigal, por exemplo, é retrato pelos contornos do mapa. sobre o qual assentam mais três mapas, esculpidos em carne, alusivos à História colonial portuguesa. O vice-Primeiro Ministro checo, Alexander Vondra que devia presidir amanhã à inauguração da exposição já confessou o seu desapontamento, pela fraude de Davd Cerny