Última hora

Última hora

Ban Ki-moon pede explicações ao governo israelita

Em leitura:

Ban Ki-moon pede explicações ao governo israelita

Tamanho do texto Aa Aa

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, protestou esta manhã junto das autoridades israelitas contra o bombardeamento de um edifício da ONU na cidade de Gaza.

Na conferência de imprensa conjunta com a ministra dos Negócios Estrangeiros israelita, Tzipi Livni, Ban Ki-moon referiu que “hoje, as instalações das Nações Unidas em Gaza voltaram a ser bombardeadas. Eu expressei o meu forte protesto e indignação aos ministros da Defesa e dos Negócios Estrangeiros e exigi uma explicação completa. O ministro da Defesa, Ehud Barak, disse-me tratar-se de um grave erro que ele levou muito a sério. Ele assegurou-me que será tomada especial atenção às instalações e ao pessoal da ONU e que isto não voltará a acontecer”. A chefe da diplomacia israelita evitou abordar a questão do bombardeamento e defendeu que “Israel, um Estado membro da ONU, está a fazer o que um Estado precisa fazer para defender os seus cidadãos. Trata-se de uma operação militar eficaz e bem-sucedida contra o terror. Gaza é controlada por uma organização terrorista que não defende as aspirações do povo palestiniano e não faz parte do processo de paz que Israel iniciou em Annapolis com a liderança pragmática da Autoridade Palestiniana.