Última hora

Última hora

Contagem decrescente para um cessar-fogo em Gaza

Em leitura:

Contagem decrescente para um cessar-fogo em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

A ofensiva israelita em Gaza deverá terminar antes da tomada de posse de Barack Obama na próxima terça-feira.

Ao vigésimo primeiro dia da ofensiva e da maratona diplomática mediada pelo Egipto, tanto Israel como o Hamas dão sinais de quererem chegar a um entendimento antes do final da semana. Fontes do movimento islamita, citadas pela agência France Presse, afirmam estar dispostas a aceitar uma trégua de um ano, renovável, em troca do fim da ofensiva e do bloqueio a Gaza. Do lado israelita, o negociador do país deverá regressar hoje ao Cairo para ultimar um acordo. Em paralelo, a ministra dos Negócios Estrangeiros, Tzipi Livni, desloca-se aos Estados Unidos para obter o apoio de Washington no controlo do contrabando de armas iranianas destinadas ao Hamas. Ontem, a responsável reuniu-se com o Secretário Geral da ONU, Ban Ki Moon, que apelou às duas partes a calarem as armas de imediato para concluirem as negociações de paz. Mas o gabinete de segurança do governo, com poder para declarar o cessar-fogo, não deverá reunir-se antes de Sábado. Depois dos ataques de ontem terem visado várias instalações da ONU em Gaza, Israel está cada vez mais sob pressão. A assembleia geral da ONU, reunida de emergência acusou esta noite o estado hebraico de violar o direito internacional e de desrespeitar a resolução do Conselho de Segurança que exigia um cessar-fogo imediato.