Última hora

Última hora

Ofensiva diminui de intensidade enquanto Gaza espera cessar-fogo

Em leitura:

Ofensiva diminui de intensidade enquanto Gaza espera cessar-fogo

Tamanho do texto Aa Aa

A ofensiva israelita em Gaza diminui esta sexta-feira de intensidade. Mas a redução nos combates e bombardeamentos revela apenas uma destruição omnipresente no território palestiniano, enquanto se arrastam as negociações para um difícil cessar-fogo.

O director da agência das Nações Unidas para os Refugiados palestinianos visitou um armazém de ajuda humanitária da ONU, visado ontem pela aviação israelita. John Ging sublinhou que se trata de “uma tragédia enorme para as pessoas que esperavam pela chegada das ajudas aos abrigos, centros de saúde e de distribuição de alimentos”. No entanto garante que já estão a “preparar novos armazéns, porque é necessário continuar a ajudar a população” em Gaza. Esta quinta-feira ficou marcada pelos bombardeamentos mais intensos desde o início da ofensiva. Para além da agência da ONU, os projécteis israelitas destruiram um hospital e atingiram um edifício que albergava os meios de comunicação. A organização Médicos Sem Fronteiras condenou o continuamente difícil acesso às vítimas. Os 21 dias de ofensiva israelita saldam-se já em mais de mil e cem mortos e cinco mil feridos, na maioria civis.