Última hora

Última hora

Putin propõe criação de consórcio internacional do gás

Em leitura:

Putin propõe criação de consórcio internacional do gás

Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin propôs esta sexta-feira a criação de um consórcio internacional para ajudar a Ucrânia a resolver os problemas técnicos que a impedem de enviar o gás russo para a Europa.

A proposta foi apresentada pelo chefe do governo de Moscovo no decorrer de uma reunião com os representantes de três grandes companhias de gás europeias. Putin encontrou-se depois com a chanceler alemã, Angela Merkel, um encontro que foi dominado pela mesma questão. Em conferência de imprensa, Putin referiu que a Rússia tem “todo o interesse em que a situação seja resolvida. Temos que chegar a acordo com os parceiros ucranianos para garantir o trânsito de gás, mas há que separar dois problemas: a venda do nosso gás para consumo interno ucraniano e o trânsito pela Ucrânia do gás para a Europa.” Angela Merkel voltou a referir que em causa está “a credibilidade da Rússia enquanto parceiro fiável”. À chegada a Berlim, Putin mudou de tom em relação a Kiev ao afirmar que Moscovo pretende “ajudar os parceiros ucranianos sem saber quem tem razão ou não.” Horas antes acusou a Ucrânia de não ter um comportamento de país civilizado. Este sábado Putin vai reunir-se em Moscovo com a homóloga ucraniana Iulia Timochenko. Para a União Europeia trata-se da última oportunidade para resolverem o conflito do gás.