Última hora

Última hora

Israel voltou a bombardear uma escola da ONU

Em leitura:

Israel voltou a bombardear uma escola da ONU

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos seis palestinianos morreram e 11 ficaram feridos, estavam no interior do edifício da ONU que em tempo normal é um escola, agora era refúgio dos civis durante os bombardeamentos.

Outros três palestinianos perderam a vida às primeiras horas da manhã vítimas de tiros da marinha israelita. Durante toda a manhã as bombas não paráram em Gaza e durante a noite também não. As forças armadas israelitas garantem ter atacado pelo menos 50 alvos, entre os quais 14 túneis e quatro supostos armazéns de armas do Hamas. Israel diz tentar atacar apenas objectivos do Hamas, mas o certo é que já várias escolas da ONU que servem de abrigo aos refugiados civis foram bombardeados, pelo menos dois hospitais foram igualmente bombardeados. Qualquer dos edifícios estava devidamente identificado, por isso, os argumentos do exército sobre os alvos a atingir já caíram por terra por terra há muito tempo. A crise humanitária continua e chega a conta gotas ao territótio de Gaza. Apenas a fronteira com Egipto está aberta e é contzrolada pelos israelitas. No total, já morreram mais de mil e duzentos palestinianos desde dia 27 de Dezembro, dia em que começou a ofensiva…