Última hora

Última hora

Primeiro-ministro turco deixa ameaça em Bruxelas

Em leitura:

Primeiro-ministro turco deixa ameaça em Bruxelas

Tamanho do texto Aa Aa

É a primeira visita em quatro anos do chefe de Governo turco a Bruxelas. Dois dias de encontros com os responsáveis europeus, que estão a pressionar Ancara a acelerar as reformas necessárias para a adesão à União Europeia. Tayyip Erdogan, respondeu aos que duvidam do empenhamento da Turquia no processo. “A adesão à União Europeia é a principal prioridade da Turquia e eu espero que 2009 seja um ano muito diferente para nós, pois agora é a República Checa que está na presidência e vai ser seguida pela presidência sueca. Espero que haja um salto em 2009”, desejou. Erdogan ameaçou rever a posição no projecto do gasoduto Nabucco, caso o capítulo energético das negociações de adesão à UE seja bloqueado. Este capítulo ainda não foi aberto, nomeadamente por causa das forte reservas dos cipriotas gregos. O Nabucco, que passará pela Turquia, deve ajudar a abastecer a Europa, evitando o território russo. “Acredito realmente que temos aqui um grande campo de cooperação entre a Turquia e a União Europeia. A UE tem um mercado muito importante para a energia, a Turquia é um país crucial para o trânsito, também por causa da geografia, e eu acho que temos aqui uma situação vantajosa para os dois lados”, disse o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso. O projecto do gasoduto Nabucco adquiriu particular importância, após a interrupção do fornecimento de gás russo à Europa, via Ucrânia, em virtude do diferendo entre Kiev e Moscovo.