Última hora

Última hora

Gaza ficou como zona afectada por terramoto

Em leitura:

Gaza ficou como zona afectada por terramoto

Tamanho do texto Aa Aa

A situação em Gaza é idêntica à de uma região afectada por um terramoto. Quem o diz são as agências de ajuda humanitária que se encontram no território que foi o teatro da ofensiva israelita contra o Hamas durante três semanas.

De acordo com as Nações Unidas, mais de 50 mil palestinianos ficaram sem casa e 400 mil não têm acesso a água potável. Muitos bairros e localidades do território controlado pelo Hamas foram literalmente arrasados pelos bombardeamentos israelitas e há ainda muitos corpos por recuperar debaixo dos escombros. De acordo com fontes médicas, pelo menos 1300 palestinianos, na sua maioria civis, morreram desde o início da ofensiva israelita, no dia 27 de Dezembro. 5500 pessoas ficaram feridas. 13 israelitas morreram, 10 dos quais eram soldados que morreram durante os combates. Para o director do Conselho Palestiniano para o Desenvolvimento e Construção, “é preciso dinheiro para, em primeiro lugar, dar casa aos desalojados. Em segundo lugar, este dinheiro tem que chegar rapidamente e em terceiro lugar Israel tem que levantar o cerco a Gaza.” Israel diz ter autorizado a passagem de cerca de 200 camiões de ajuda humanitária para Gaza, bem como o fornecimento de 400.000 litros de combustível, desde a instauração do cessar-fogo, há meia-noite de domingo. O rei Abdallah da Arábia Saudita anunciou um apoio de mil milhões de dólares para a reconstrução da Faixa de Gaza.