Última hora

Última hora

Israel sob suspeita de crimes de guerra em Gaza

Em leitura:

Israel sob suspeita de crimes de guerra em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

Depois da ofensiva militar, o exército israelita prepara agora a defesa, face às acusações de crimes de guerra em Gaza.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki Moon, exigiu ontem que os responsáveis pelos ataques contra civis sejam julgados, durante a visita a uma escola da ONU em Gaza, bombardeada durante a ofensiva e onde morreram pelo menos 42 palestinianos. Várias organizações humanitárias preparam-se para interceder junto do Tribunal Penal Internacional, para denunciar a utilização de bombas de fósforo contra zonas civis, proibida pelas convenções internacionais. Vários diplomatas de países árabes exigiram um inquérito paralelo à Agência Internacional de Energia Atómica, sobre a alegada utilização de ogivas com urânio. O exército israelita abriu um inquérito interno, mas as acusações arriscam-se a ficar sem efeito, Israel não está sob a jurisdição do Tribunal Penal Internacional. A questão repousa agora sobre a pressão diplomática de Washington, quando Obama se prepara para nomear o novo enviado do país para o Médio Oriente.