Última hora

Última hora

Previsões desastrosas para a Alemanha

Em leitura:

Previsões desastrosas para a Alemanha

Tamanho do texto Aa Aa

A Alemanha está a passar pela pior recessão desde o fim da Segunda Guerra Mundial. As novas previões económicas, feitas pelo governo de Berlim, são desastrosas e apontam para uma quebra no PIB de 2,25%, este ano, um número muito acima da última estimativa, feita em Outubro.

O ministro da Economia espera uma recuperação para 2010: “Como é que as coisas vão evoluir em 2010? Esperamos que a economia mundial ultrapasse as fraquezas e entre num novo processo de crescimento”, disse Michael Glos. O comércio externo do país vai estar em forte queda, com as exportações a descerem quase 9% e as importações a terem uma queda de 5%. Nunca, nas últimas décadas, a economia alemã, que é a maior da Europa, encolheu mais de 1%. Michael Glos criticou as taxas de juro do Banco Central Europeu , que julga serem demasiado baixas, ao mesmo tempo que o presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, foi ao Parlamento Europeu afastar os medos de deflação e falar dos perigos para a economia, nos próximos tempos: “A procura, tanto na Zona Euro como a nível global, vai continuar em baixa durante os próximos tempos, mas a inflação em queda vai ajudar o rendimento disponível das famílias. Estas previsões estão rodeadas de um grau de incerteza excepcionalmente alto”, avisou o homem-forte do BCE. Trichet sublinou o papel positivo que a moeda única está a ter para as economias da Eurozona, durante este período de crise. O BCE vai, provavelmente, continuar a baixar a taxa de juro de referência, que é, actualmente, de 2%, depois de vários cortes consecutivos.