Última hora

Última hora

China cresce 9% em 2008

Em leitura:

China cresce 9% em 2008

Tamanho do texto Aa Aa

A China teve, pela primeira vez em vários anos, um crescimento anual de apenas um dígito. O PIB chinês cresceu 6,8% nos últimos três meses do ano passado, depois de ter aumentado 9% no trimestre anterior.

Embora os valores estejam dentro do que os analistas tinham previsto, não deixam de ser sintoma de um enfraquecimento. Em termos anuais, o PIB Chinês cresceu 9% em 2009, quatro pontos percentuais abaixo dos 13% do ano anterior. O país já se tinha habituado ao crescimento de dois dígitos, mas a crise económica veio arrefecer, como explica o director do gabinete nacional de estatísticas: “O impacto da crise financeira foi sentido, sobretudo a partir de Outubro. Alargou-se das pequenas e médias empresas aos grandes grupos, das exportações aos outros sectores, da costa Leste chinesa a todo o teritório. Estamos a fazer face a uma tarefa muito difícil”. A situação é descrita como uma implosão económica e coloca em maus lençóis o governo de Pequim, que pode decidir uma depreciação do yuan e abrir uma guerra com o Ocidente. O banco central da China deve também ter que decidir um novo corte na taxa de juro. A crise está a fazer baixar a procura dos produtos chineses, o que fez a produção industrial subir ao ritmo mais baixo dos últimos dez anos, ao crescer 5,7% em Dezembro. Uma prova do enfraquecimento da economia, nomeadamente das exportações, é o resultado anual da companhia nacional de porta-contentores. O lucro caíu para metade dos valores de 2007.