Última hora

Última hora

Reino Unido em recessão

Em leitura:

Reino Unido em recessão

Tamanho do texto Aa Aa

A economia britânica entrou em recessão no último trimestre de 2008. O Produto Interno Bruto caiu 1,5% – foi a maior quebra desde os anos 80.

Há 18 anos que o Reino Unido não conhecia uma recessão. No total do ano, o PIB aumentou apenas 0,7%, depois de 3% cento em 2007. No sector dos serviços, que representa três quartos da economia, a actividade caiu 1%, o que já não acontecia há quase 30 anos. Isso é visível pelas muitas lojas fechadas e abandonadas: “Uma pessoa vem para aqui e vê as lojas todas fechadas. Perguntamos o que está a acontecer, o que é que se pode fazer”, diz um transeunte. Mas, como sempre, há quem se aproveite da crise. Um sector em pleno desenvolvimento é o das lojas de penhores. Cada vez mais pessoas empenham as jóias e outros bens para terem um pouco mais de dinheiro no fim do mês. O primeiro-ministro Gordon Brown promete atacar a crise: “Estamos a lutar contra esta recessão global com todas as armas ao nosso dispor. As pessoas sabem disso. Cortámos a taxa de juro e o IVA, subimos as pensões e os abonos de família e aumentámos o investimento nas infraestruturas. Estamos a fazer o possível por ultrapassar esta situação, que é na verdade uma crise global dos bancos”. A última solução, para muitos, pode mesmo ser ir para a tropa ou, pelo menos, para algo parecido. Uma empresa no Norte de Inglaterra oferece uma experiência paramilitar aos quadros, o que, além de ajudar a combater o stress, permite, segundo os organizadores, avaliar melhor as capacidades de cada um.