Última hora

Última hora

UE vai tirar Mudjahidines do Povo da lista negra do terrorismo

Em leitura:

UE vai tirar Mudjahidines do Povo da lista negra do terrorismo

Tamanho do texto Aa Aa

Mesmo se a França é contra, a oposição iraniana tem esperança que os Mudjahidines do Povo sejam definitivamente retirados da lista negra europeia das organizações terroristas. Os Vinte e Sete chegaram a um acordo de princípio para respeitar o último veredicto do Tribunal Europeu de Justiça.

Em Dezembro último, os juízes do Luxemburgo consideraram que a União Europeia tinha “violado os direitos de defesa dos Mudjahidines”, por não ter comunicado as razões que justificam a manutenção do movimento na lista das organizações terroristas. A batalha judicial entre os Mudjahidines do Povo e a União Europeia dura há mais de três anos. Em 2003, mais de 160 militantes do movimento de oposição iraniano tinham sido detidos, perto de Paris. A França, que durante a presidência da União, insistiu para que os Mudjahidines fossem mantidos na lista, apresentou recurso contra a decisão do Tribunal Europeu de Justiça. Fundado em 1965, para derrubar o Xá do Irão, o movimento luta agora contra o regime dos Mullah. Em 2002, denunciou o programa nuclear iraniano e acusa a Europa de fazer o jogo de Teerão, ao manter os Mudjahidines na lista das organizações terroristas.