Última hora

Última hora

Novas manifestações em Reykjavik

Em leitura:

Novas manifestações em Reykjavik

Tamanho do texto Aa Aa

Em Reykjavik segue a revolta contra o governo islandes. Os manifestantes exigem a demissão do primeiro-ministro, Geir Haarde, que acusam de ser o responsável pela crise financeira que abalou um dos países mais ricos do mundo.

O primeiro-ministro garantiu que “os partidos da coligação vão continuar a sua cooperação”, à semelhança do que havia sido confirmado pelo líder da Aliança Social Democrata.

O partido liderado por Ingibjorg Gisladottir não põe de lado a possibilidade de abandonar a coligação que tem com o Partido da Independência do primeiro-ministro.

Para dispersar o protesto violento, a polícia utilizou gás lacrimogéneo. Dois polícias foram hospitalizados com ferimentos. Não há notíca da ocorrência de detenções entre os manifestantes