Última hora

Última hora

Obama compromete-se a defender direito ao aborto

Em leitura:

Obama compromete-se a defender direito ao aborto

Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama compromete-se a defender o direito ao aborto.

O presidente dos Estados Unidos afirmou esta quinta-feira, em comunicado, que “continua empenhado em proteger a liberdade de escolha das mulheres”. Um anúncio feito no dia em que se assinalam os 36 anos da legalização da interrupção voluntária da gravidez por ordem do supremo tribunal no famoso caso “Roe versus Wade”. Uma lei de 1973 que estipula que o direito à vida privada garante às mulheres a liberdade de abortar. A postura de Obama marca um nítido contraste face a George W. Bush, que apoiava os movimentos pró-vida. Uma mudança que preocupa os militantes anti-aborto que se juntaram esta quinta-feira para mais um protesto anual contra a lei de 1973. Obama apelou a um entendimento entre os apoiantes das duas causas mas deverá anular esta sexta-feira a decisão do anterior presidente de proibir o financiamento de ONG que pratiquem interrupções voluntárias da gravidez.