Última hora

Última hora

Crianças regressam à escola em Gaza

Em leitura:

Crianças regressam à escola em Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de crianças regressam à escola na Faixa de Gaza.

As aulas recomeçaram este sábado pela primeira vez desde o início da ofensiva israelita, há praticamente um mês. À falta de melhores instalações, os estudos fazem-se em tendas improvisadas nos locais onde antes existia uma escola. Uma criança de seis anos relata um ataque do Tsahal: “Quatro bombas caíram sobre o carro mas ele não explodiu. Tivemos que apagar o fogo muito depressa com areia. O meu pai e a minha mãe estavam sufocados com o cheiro da bomba”. As Nações Unidas consideram que são precisos centenas de milhões de euros para responder às necessidades mais urgentes da população do enclave palestiniano. Israel autorizou a passagem de 120 camiões por dia, com comida e medicamentos. Segundo a ONU seriam precisos mil para que Gaza regressasse a uma certa normalidade económica. A organização apelou à abertura total das fronteiras. Um pedido rejeitado por Israel que se compromete apenas a deixar passar a ajuda humantária. A União Europeia reúne-se amanhã com a Autoridade Palestiniana e com os países da região para discutir um cessar-fogo permanente. Numa reunião com a diplomacia europeia, a ministra dos negócios estrangeiros Tzipi Livni fez saber que “o direito de Israel a defender-se inclui o direito de evitar o contrabando de armas do Irão para o Hamas”.