Última hora

Última hora

Revolta e protestos em Lampedusa

Em leitura:

Revolta e protestos em Lampedusa

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de mil imigrantes ilegais quebraram as barreiras do centro de detenção da ilha de Lampedusa e dirigiram-se para o centro da localidade para protestar contra os procedimentos de expulsão.

Segundo a polícia, a manifestação foi pacífica. O protesto acontece um dia depois do do Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados ter criticado as condições de detenção na ilha. O centro, com capacidade para receber 850 pessoas, acolhe actualmente duas mil, sobretudo imigrantes oriundas do continente africano que chegam à ilha em embarcações precárias. Ontem, mais de metade dos habitantes de Lampedusa – onde vivem seis mil pessoas – saiu à rua para protestar contra a criação de um novo centro de detenção. A população teme que a ilha se transforme numa prisão.