Última hora

Última hora

Conselho da Europa promove exposição contra a violência doméstica

Em leitura:

Conselho da Europa promove exposição contra a violência doméstica

Tamanho do texto Aa Aa

A violência doméstica em Portugal mata mais mulheres do que o cancro. Uma trágica realidade que se estende por todo o mundo e que captou a atenção do Conselho da Europa.

Na sede desta organização, em Estrasburgo, a exposição “Testemunhos Silenciosos” mostra dezenas de figuras de cartão à escala real, em representação das mulheres que perderam a vida devido à violència doméstica. Maud de Boer-Buquicchio anunciou que em breve vão ser encetadas negociações para criar uma convenção contra a violência com as mulheres, à semelhança do Tratado contra o tráfico de seres humanos, já em vigor em 20 países. A secretária-geral adjunta do Conselho da Europa conta que se a violência ocorre nas ruas, “as pessoas ficam preocupadas, a polícia investiga”, mas que o problema é que “muitas pessoas não sabem da violência contra as mulheres”. “Acontece nas suas casas, dentro da família e ninguém fica a saber. Por isso, o objectivo desta campanha do Conselho da Europa, que inclui esta exibição, é precisamente chamar a atenção para o fenómeno” Na Europa, 12 a 15% das mulheres são vitimas de violência todos os dias. O que faz com que a principal causa de morte de mulheres entre os 16 e os 44 anos, por todo o mundo, esteja, muitas vezes, dentro das próprias casas.