Última hora

Última hora

Comissão Europeia reclama 175 mil milhões de euros para salvar o planeta

Em leitura:

Comissão Europeia reclama 175 mil milhões de euros para salvar o planeta

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia apresentou esta quarta-feira um plano negocial para lutar contra a alteração climática.

As propostas serão levadas à conferência de Copenhaga, agendada para o final do ano e de onde devera sair o sucessor do Protocolo de Quioto. Para a Comissão, o mais importante é que a temperatura no planeta não aumente mais de dois graus até 2050. Um esforço global para o qual é preciso um novo fôlego financeiro, como explica o comissário europeu para o ambiente, Stravos Dimas. “Para atingir todos estes objectivos, será necessário um maior investimento público e privado por todo o mundo. O investimento internacional adicional poderá chegar aos 175 mil milhões de euros em 2020. Quase metade desta quantia será dedicada aos países em desenvolvimento. “ Uma das novidades do plano é a criação, até 2015, de um mercado de carbono à escala da OCDE. Bruxelas quer ainda que os países desenvolvidos reduzam as emissões de gases com efeito de estufa em 30 por cento, até 2020. Medidas escritas em papel, que têm um objectivo bem mais prático. Evitar, por exemplo, que um animal como o pinguim passe a fazer parte das espécies extintas no século XXI.