Última hora

Última hora

Conselho da Europa quer maior acesso ao mercado de trabalho por portadores de deficiência

Em leitura:

Conselho da Europa quer maior acesso ao mercado de trabalho por portadores de deficiência

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 200 milhões de europeus são portadores de deficiência física ou mental. Uma estatística que fundamenta a resolução apresentada pela Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa: melhor e maior acesso ao mercado de trabalho e maior integração no sistema educativo europeu.

Bernard Marquet, o relator da proposta fala da situação actual: “As pessoas têm medo daquilo que não conhecem. O facto das pessoas portadoras de deficiência entrarem no mundo do trabalho e de acederem, em função das suas possibilidades, a postos de responsabilidade, mostra o contrário e deve ser um exemplo para os outros.” A resolução quer ainda que os Estados garantam o acesso a uma educação não tradicional, de forma a que os jovens portadores de deficiência possam desenvolver outras aptidões. A questão dos acessos e infrastuturas é também outras das propostas apresentadas.