Última hora

Última hora

Conselho da Europa quer cuidados paliativos nos sistemas de saúde dos Estados-membros

Em leitura:

Conselho da Europa quer cuidados paliativos nos sistemas de saúde dos Estados-membros

Tamanho do texto Aa Aa

Os cuidados paliativos não devem ser um luxo, diz o Conselho da Europa.

Os 47 Estados-membros discutem a inclusão desta técnica nas políticas de saúde europeias. Para a Assembleia Parlamentar do Conselho, os cuidados paliativos são uma forma necessária e inovadora de complementar a medicina curativa. Wolfgang Wodarg, o relator do projecto, viu o seu texto ser aprovado por unanimidade e explica: “Faz-se muito para que a indústria farmacêutica possa vender medicamentos e para nós está tudo bem. Há um enorme mercado para estes tratamentos. Mas muitas vezes não se liga à estrutura que ajuda à moral das pessoas, para garantir que estas nâo percam a fé, que não percam a esperança. É neste ponto que devemos insistir. Devemos criar estruturas especializadas para ajudar as pessoas a esse nível”. Os cuidados paliativos incluem o acompanhamento e tratamento da dor e de outros problemas relacionados, quer sejam físicos ou psicológicos. Anteriormente apenas utilizados em doentes terminais, são vistos agora como uma forma de aumentar a qualidade de vida de qualquer paciente.