Última hora

Última hora

Gaza: Diplomacia não consegue impor cessar-fogo real

Em leitura:

Gaza: Diplomacia não consegue impor cessar-fogo real

Tamanho do texto Aa Aa

O cessar-fogo em Gaza não é mais do que uma miragem, apesar dos esforços da diplomacia.

Os ataques prosseguem de um lado e de outro. No mais recente, o Tzahal voltou a bombardear a zona sul da Faixa de Gaza, onde ser encontram os túneis ilegais que servem para fazer contrabando e trazer armas do Egipto. O exército israelita diz que também destruiu uma fábricas de armas. Foi resposta ao lançamento de um rocket contra Israel, um ataque reivindicado por um grupo ligado ao Fatah do presidente Mahmoud Abbas. Antes o Hamas reivindicou o lançamento de 3 obuses de morteiro contra o Estado hebreu. Em Israel, o novo emissário/enviado dos Estados Unidos para o Médio Oriente prosseguiu o seu périplo. Antes do encontro com o presidente Shimon Peres, George Mitchell ouviu o primeiro-ministro Ehud Olmert confirmar que o bloqueio a Gaza não será levantado enquanto o Hamas não libertar Gilad Shalit, o soldado israelita que detém desde 2006 . Em Ramalah, Javier Solana encontrou-se em com o presidente da Autoridade Palestiniana a quem recordou as condições da União Europeia para colaborar com um governo de unidade palestiniano que inclua o Hamas: o movimento islâmico terá de parar com a violência, reconhecer Israel e aceitar os acordos de paz.