Última hora

Última hora

Onda de calor (mortal) atinge a Austrália

Em leitura:

Onda de calor (mortal) atinge a Austrália

Tamanho do texto Aa Aa

O sudeste da Austrália vive a pior onda de calor dos últimos 100 anos, que já causou dezenas de mortes.

Temperaturas acima dos 40° celsius provocaram vários incêndios, cortes de electricidade e interrupções nos transportes. No Estado de Vitória, as chamas destruíram pelo menos 23 casas e mais de seis mil hectares. “Isto era parte da sala e as casas de banho eram algures aqui… Ver isto reduzido a nada…”, lamentou Helyn Morrison, habitante de Boolarra, uma das cidades mais atingidas. Sendo os idosos as principais vítimas da onda de calor, o primeiro-ministro australiano pediu aos cidadãos para olharem pelos vizinhos com idades mais avançadas… e Kevin Rudd não se ficou pelas palavras. Ajudou mesmo a carregar uma vítima de enfarte. O calor dos últimos dias fez aumentar os pedidos de ajuda recebidos pelos serviços de emergência de Melbourne e de Adelaide. Os Governos Estaduais estão a enviar milhares de mensagens a pedir aos cidadãos para beberem muita água e ficarem em casa. As previsões meteorológicas dizem que as temperaturas elevadas se vão manter nos próximos dias.