Última hora

Última hora

Kirill I entronizado Patriarca dos ortodoxos russos

Em leitura:

Kirill I entronizado Patriarca dos ortodoxos russos

Tamanho do texto Aa Aa

Foi entronizado o décimo sexto Patriarca da Igreja Ortodoxa russa.

Kirill I é já oficialmente o líder da principal corrente da fé ortodoxa, depois de uma cerimónia que se prolongou por várias horas, na catedral do Cristo Salvador, em Moscovo. Segundo um ritual de há vários séculos, o Patriarca designado trocou várias vezes de vestes. Depois de sentado no trono, recusou o cargo e só depois da assembleia cantar “axios, axios, axios” (em grego, “ele é digno”) voltou a sentar-se e aceitou a missão, recebendo então as vestes negras e douradas de Patriarca. No discurso de aceitação, prometeu fazer a fé chegar aos mais jovens. Apelou também, na presença das principais figuras políticas da Rússia, a um bom entendimento entre o Estado e a Igreja: “É num quadro de diálogo benéfico e de cooperação, e nas bases da Constituição, que se devem desenvolver as relações entre a Igreja e o Estado, para o bem da Igreja, do Estado e do Povo”. De verdadeiro nome Vladimir Mikhailovitch Gundyayev, nasceu em 1946 na actual São Petersburgo, onde se formou em teologia e onde foi ordenado em 1969. Ocupava até agora o posto de metropolita de Smolensk e Kalininegrado, era também o responsável pelas relações externas da Igreja e apresentava um programa semanal na televisão. Sucede a Alexis II, o homem que governou a Igreja nos últimos 18 anos.