Última hora

Última hora

Presidente de Madagáscar desmente que opositor tenha assumido o comando do país

Em leitura:

Presidente de Madagáscar desmente que opositor tenha assumido o comando do país

Tamanho do texto Aa Aa

“O presidente de Madagáscar continuo a ser eu”, garantiu Marc Ravalomanana, horas depois de um líder da oposição ter anunciado que tinha assumido o comando do país. Ravalomanana assegurou aos malgaxes que o Governo que dirige continua a funcionar e a trabalhar com a comunidade internacional. E a União Africana deixou um aviso ao auto-proclamado presidente de Madagáscar, Andry Rajoelina, frisando que as regras da organização são claras: é proibido assumir o poder por meios não constitucionais. Rajoelina liderou uma campanha de greves e de manifestações, contra o actual presidente do país. Explicou estar a proceder a uma sublevação, por pretender dirigir Madagáscar durante uma “transição democrática de dois anos”, de forma a acabar com a governação autoritária de Ravalomanana. A polícia tem tentado controlar a insurreição, mas as manifestações já terão causado mais de 100 mortos.