Última hora

Última hora

Quirguistão decide fechar base americana após visita do presidente Bakiev a Moscovo

Em leitura:

Quirguistão decide fechar base americana após visita do presidente Bakiev a Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

Rússia e Quirguistão, de mãos dadas, preparam-se para limitar a presença americana na Ásia Central. Após a visita de ontem a Moscovo e mediante um importante apoio financeiro, o presidente do Quirguistão deu início ao processo para fechar a base americana no país.

Kurmanbek Bakiev fez chegar o decreto ao parlamento, controlado pelo seu partido, e os deputados deverão votar o texto já amanhã. Um duro golpe para os americanos. A base de Manas, perto de Bishkek, criada em 2001, serve de centro logístico às operações no Afeganistão, numa altura em que o Pentágono tenta evitar as vias de abastecimento através do Paquistão, por questões de segurança. Em Manas, estão estacionados mil militares americanos, mas a base assumiu uma maior importância depois do Uzbequistão ter expulso os americanos e quando Obama se prepara para reforçar os efectivos presentes no Afeganistão. Washington pagava até agora 150 milhões de dólares ao Quirguistão, 63 milhões dos quais pelo aluguer de Manas.