Última hora

Última hora

Moscovo oferece colaboração a Washington quando reforça influência na Ásia Central

Em leitura:

Moscovo oferece colaboração a Washington quando reforça influência na Ásia Central

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia está pronta a colaborar com os Estados Unidos na luta contra o terrorismo na Ásia Central. As declarações do presidente Dimitri Medvedev, durante uma cimeira com as antigas repúblicas soviéticas, ocorrem numa altura em que Moscovo reforça a sua influência na região em detrimento de Washington.

A proposta russa visa, sobretudo, manter intactas as relações com os Estados Unidos, depois do Kremlin ter fornecido ajuda económica ao Quirguistão em troca do encerramento da base americana em Bishkek. O presidente Kurmanbek Bakiev já deu início ao processo e Moscovo passará a ser a única a possuir bases militares no Quirguistão. A base de Manas, perto de Bishkek, criada em dois mil e um, serve de base logística às operações americanas e da NATO no Afeganistão. A Rússia está disposta a deixar o Pentágono usar o seu território para apoio das tropas no Afeganistão, procurando usufruir da actual estratégia americana. Barack Obama quer reforçar as tropas no Afeganistão e tenta evitar as vias de abastecimento através do Paquistão, por questões de segurança. Ainda ontem, uma importante ponte no Leste do Paquistão foi destruída num ataque terrorista, deixando os ocidentais com apenas uma via de acesso ao Afeganistão.