Última hora

Última hora

FARC libertam último refém político

Em leitura:

FARC libertam último refém político

Tamanho do texto Aa Aa

O último de um grupo de seis reféns que as Farc tinham prometido libertar reuniu-se esta quinta-feira com a família em Cali. No seu primeiro discurso em liberdade Sigifredo Lopez defendeu que a solução para o conflito entre a guerrilha comunista e o Governo é a libertação unilateral de todos os civis e a troca de prisioneiros militares e policiais por guerrilheiros detidos. “Nós temos de dizer senhor presidente que é preciso fazer a troca agora, e não levantar obstáculos a isso, já houve demasiado sofrimento e dor”, disse.

Lopez é o único sobrevivente de um grupo de 12 deputados raptados em Abril de 2002. Os restantes foram mortos em 2007 pelos guerrilheiros num momento em que acreditavam estar cercados pelas tropas governamentais. Os rebeldes libertaram quatro membros das forças armadas e um antigo dirigente político esta semana. De entre mais de um milhar de reféns que mantém na selva, a guerrilha marxista detém ainda 22 soldados e polícias que pretende trocar por membros das FARC detidos em prisões colombianas.