Última hora

Em leitura:

Suíços mantém rumo de aproximação à UE


Suíça

Suíços mantém rumo de aproximação à UE

A Suíça vai renovar os acordos de livre-circulação de trabalhadores com os países da União Europeia.

Segundo as projecções do referendo de hoje, mais de 59% dos eleitores aprovam a decisão, que vai abranger pela primeira vez os trabalhadores da Roménia e Bulgária, os novos países membros dos 27. As assembleia de voto encerraram ao final da manhã e os resultados finais deverão ser conhecidos até ao final do dia. A consulta popular tinha sido convocada pela direita populista que, durante a campanha, apostou no tema da crise económica e do aumento do desemprego para defender o NÃO. Com a vitória anunciada do SIM, a Suíça mantém a rota de aproximação à União, depois do país ter entrado no espaço de livre circulação de Schengen, no final do ano passado. No país, um quinto dos sete milhões de habitantes é estrangeiro, dos quais, 900 mil são europeus. Quantos aos suíços, são 400 mil a residirem na União Europeia. Desde 1999, os acordos de livre circulação criaram 250 mil novos empregos, em sectores como as obras públicas e a agricultura, que sobrevivem graças aos trabalhadores estrangeiros.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Referendo sobre mandatos ilimitados mobiliza Venezuelanos