Última hora

Última hora

Austrália: Incêndios já mataram 171 pessoas

Em leitura:

Austrália: Incêndios já mataram 171 pessoas

Tamanho do texto Aa Aa

Bandeiras a meia-haste, exército em estado de alerta, a Austrália está a viver uma das piores catástrofes da sua história.

No Parlamento de Camberra, os deputados observaram um minuto de silêncio. De acordo com o mais recente balanço oficial, 171 pessoas morreram, mas estes números deverão ser Superiores, de acordo com um porta-voz da polícia do Estado de Victoria, uma das zonas mais afectadas pelos incêndios. Várias localidades foram literalmente reduzidas a cinzas com as chamas que calcinam o sul da Austrália, nomeadamente toda área de Nova Gales do Sul, Victoria e Melbourne. O número de casas destruídas já ultrapassou as 750. A seca que se tem feito sentir este ano no sul do país, bem como actos criminosos, estão na origem dos 400 incêndios que já varreram 340 mil hectares. Um australiano conta que a sua história desapareceu, “é muito triste.” A localidade onde vivia desapareceu. Todos os seus melhores amigos estão mortos, os seus filhos estão mortos. “Estive a jogar golfe com um miúdo de 12 anos no sábado e morreu. É devastador”, conclui. Um outro homem conta que sobreviveu porque mergulhou num pântano, vestido até pescoço. “O calor era tão intenso que punha cabeça debaixo de água. O pântano estava gelado, mas como havia uma bola de fogo no vale, tinha que pôr a cabeça debaixo de água.” O exército está em estado de alerta e o governo já prometeu 5,2 milhões de euros para ajudar os sinistrados. 100 pessoas estão dadas como desaparecidas. Os bombeiros ainda não conseguiram controlar todos os incêndios.