Última hora

Última hora

Tensão nas ruas de Madagáscar

Em leitura:

Tensão nas ruas de Madagáscar

Tamanho do texto Aa Aa

A luta pelo poder em Madagáscar provocou, em duas semanas, cerca de 130 mortos.

Este domingo, as autoridades reforçaram o dispositivo de segurança junto ao palácio presidencial. Cerca de três dezenas mortos e 200 feridos feridos é o balanço oficial da última manifestação contra o Chefe de Estado. Fontes hospitalares admitem, no entanto, que o número de vítimas mortais possa ser superior. Um habitante diz que o povo está a assistir a um derramamento de sangue, sublinhando, que há um elevado número de pessoas que ficaram feridas e outras que perderam vida. A presidência da União Africana anunciou, entretanto, que pretende mandar um enviado especial a Madagáscar para avaliar a situação. Na origem dos protestos, está o braço-de-ferro entre o presidente da República, Marc Ravaloumanana e o autarca de Antananarivo, Andry Rajoelina, que acabou por ser demitido na passada terça-feira.