Última hora

Última hora

Barack Obama afirma que os Estados Unidos vivem a pior crise desde a Grande Depressão

Em leitura:

Barack Obama afirma que os Estados Unidos vivem a pior crise desde a Grande Depressão

Tamanho do texto Aa Aa

A primeira conferência de imprensa do Presidente dos Estados Unidos girou em torno da crise económica e financeira. Obama frisou que esta situação se deve aos erros e riscos que se correram e voltou a falar da importância da adopção do plano de relançamento da economia. O Presidente americano criticou os que acreditam que o governo não deveria intervir nesta questão.

Obama diz que só o governo tem os recursos necessários para dar nova vida à economia porque, devido à recessão, o sector privado está débil. O Presidente norte-americano acrescentou que a situação actual requer uma acção rápida para que não se crie uma espiral negativa da qual será mais difícil sair. Obama afirmou ainda que é preciso trabalhar com as instituições bancárias de forma efectiva para reestabelecer a confiança nos mercados. Barack Obama acrescentou que “Não fazer nada, ou muito pouco, resultará num défice ainda maior de empregos, de receitas e de confiança”, e rematou dizendo que “esse défice pode transformar a crise numa catástrofe.” Obama destacou ainda na necessidade de serem criadas fundações sólidas para a construção de uma economia sustentada e da importância de se criarem planos energéticos mais eficientes que permitam depender menos do Médio Oriente.